Unctad prevê “rápida piora” na economia mundial com guerra na Ucrânia

As pessoas esperam na fila para receber peixes doados por um vendedor de peixes depois de terminar seu dia de vendas no centro de abastecimento do Rio de Janeiro (CEASA) durante o surto de doença por coronavírus (COVID-19), no Rio de Janeiro

A Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) divulgou suas projeções sobre o impacto da guerra na Ucrânia na economia mundial, prevendo uma rápida piora do cenário.

Os principais impactos surgem com a alta no preço dos alimentos, dos combustíveis e dos fertilizantes. O relatório mostra também maior volatilidade financeira, queda nos investimentos em prol do desenvolvimento sustentável e uma reconfiguração da cadeia global de abastecimento. 

A secretária-geral da Unctad, Rebeca Grynspan, declarou que a guerra na Ucrânia tem um enorme custo no sofrimento humano e está causando choques por toda a economia global, ameaçando os ganhos obtidos na recuperação da covid-19 e nos avanços rumo ao desenvolvimento sustentável.

A Unctad nota as preocupações com os dois “Cs” fundamentais no mercado de commodities: comida e combustíveis. A Ucrânia e a Rússia tem papel fundamental no mercado agrícola, representando 53% do comércio global de óleo de girassol e 27% do comércio de trigo. 

A rápida evolução da crise é alarmante, principalmente para nações em desenvolvimento. Pelo menos 25 países africanos importam mais de um terço do trigo da Ucrânia e da Rússia.

Grynspan destaca que a alta no preço dos alimentos e dos combustíveis afetará ainda mais as pessoas vulneráveis, colocando pressão sobre as famílias mais pobres. A situação poderá, inclusive, aumentar os índices globais de fome.

Edição: Nathália Mendes

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.