Ucrânia: Nesta segunda parte o avião da FAB que vai trazer brasileiros

Maurício é o repórter da TV Brasil que está indo pra Antártica esse avião é a primeira fase do trajeto o Hércules c-130

Parte da Base Aérea de Brasília nesta segunda-feira com destino a Varsóvia, na Polônia, o  avião da Força Aérea Brasileira que vai repatriar brasileiros que deixaram a Ucrânia, nos últimos dias, fugindo da guerra no país 

A previsão é que a aeronave multimissão KC-390 Millenniun  volte ao Brasil na quinta-feira pela manhã.

Os cidadãos brasileiros devem embarcar de acordo com critérios definidos pelo Ministério das Relações Exteriores, responsável por coordenar a missão de resgate em conjunto com o Ministério da Defesa.

De acordo com o governo brasileiro, no voo de ida, serão transportadas 11,5 toneladas de material de ajuda humanitária a ser doado pelo Brasil.

Ainda segundo o Itamaraty, a Embaixada do Brasil na Romênia montou um posto avançado na cidade de Siret, na fronteira com a Ucrânia, para reforçar a acolhida a brasileiros em saída do país vizinho. Até o momento, mais de 130 brasileiros ingressaram em território romeno.

Também foram abertos mais dois postos de atendimento consular nas cidades de Lviv, localizada próxima à fronteira com a Polônia e para onde os brasileiros têm se dirigido; e um outro posto em Chisinau, capital da Moldávia. Para dar assistência a brasileiros que buscam a saída da Ucrânia via Romênia.

Desde o início dos conflitos, mais de 100 brasileiros deixaram a Ucrânia com a apoio do Itamaraty. Eles se dirigem a países fronteiriços, principalmente para a Polônia e a Romênia. 

A comunidade brasileira na Ucrânia, antes do conflito, era estimada em aproximadamente 500 pessoas.

É importante lembrar que em casos de emergência, o plantão consular brasileiro pode ser contatado pelo número de telefone código internacional 55 61 98260-0610

A Embaixada em Kiev também continua postando orientações por meio de mensagens em seu site, em sua página no Facebook e em grupo do aplicativo Telegram.

Edição: Ana Lúcia Caldas / Beatriz Arcoverde

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.