Tribunal Superior Eleitoral inicia oficialmente os trabalhos de 2022

O Tribunal Superior Eleitoral começou oficialmente nesta terça-feira os trabalhos de 2022. Na sessão que marcou a volta das sessões plenárias, o presidente da Corte, Luís Roberto Barroso, destacou que este ano a Justiça Eleitoral completa nove décadas. E disse que espera um processo eleitoral tranquilo.

Barroso presidiu a sessão direto de Washington, onde, nesta quarta-feira, vai receber o relatório final da Organização dos Estados Americanos sobre as eleições de 2018. O ministro anunciou que, assim como fez naquele ano, o TSE pretende manter a parceria com as agências de checagem de notícias e cobrar transparência e responsabilidade das redes sociais.

Luís Roberto Barroso informou que o TSE comprou 300 mil novas urnas eletrônicas para a eleição de outubro. As primeiras 100 mil unidades devem ser entregues ainda este mês. Barroso descartou a possibilidade de retomar o debate sobre voto impresso e reforçou a confiança no sistema eletrônico de votação.

Além do presidente do TSE, somente mais uma pessoa falou durante a sessão solene. Foi o procurador-geral da República e procurador-geral Eleitoral, Augusto Aras, que comentou o papel da Justiça e do Ministério Público, e também declarou confiar nas urnas eletrônicas.

A eleição geral deste ano terá o primeiro turno no dia 2 de outubro e o segundo, no dia 23. Uma curiosidade é que, até lá, o TSE vai trocar de presidente duas vezes. O mandato de Luís Roberto Barroso termina no fim deste mês. Quem assume o cargo é Edson Fachin, mas ele também deixará o TSE em agosto, antes da eleição. Só então o ministro Alexandre de Moraes assume a presidência da corte, para conduzir o processo eleitoral.

Edição: Roberto Piza / Beatriz Arcoverde

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.