Senado aprova projeto que amplia atendimento à mulher no SUS

Foi aprovado por unanimidade nessa terça-feira, o projeto de Lei que amplia o atendimento de atenção integral à mulher pelo Sistema Único de Saúde na prevenção e no tratamento dos cânceres do colo uterino, de mama e colorretal.

Pela lei atual devem ser feitas mamografias nas mulheres a partir dos 40 anos de idade. Mas a proposta aprovada no Congresso determina que  os exames para o diagnóstico precoce sejam garantidos a todas as mulheres a partir da puberdade, e não mais a partir dos 40 anos ou com o início da vida sexual.  Dessa forma, além da mamografia, o Sus deve assegurar a realização dos  exames de Citopatologia, conhecido como exame de Papanicolau e colonoscopia.

O relator, senador Marcelo Castro, do MDB, do Piauí acredita que a iniciativa permite um tratamento mais efetivo, pois ajuda na detecção precoce da doença.

Ainda segundo o texto, o governo deverá regulamentar a lei no prazo de 90 dias após a sua publicação. E a vigência da nova lei será em 6 meses a partir da data de publicação. Após a aprovação do Senado, o texto segue para a sanção do Presidente.

Edição: Raquel Mariano/Edgard Matsuki

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.