Recicla Mais une catadores, prefeituras e microempreendedores

O governo federal anunciou novas ações para incentivar e ampliar a reciclagem de resíduos sólidos em todo o país. A cerimônia de lançamento do programa Recicla Mais foi realizada nesta quarta-feira no Palácio do Planalto.

Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que institui o Certificado de Crédito de Reciclagem. O objetivo do programa é fomentar a injeção de investimentos privados na reciclagem de embalagens e outros resíduos sólidos descartados pela população.

O Recicla Mais vai permitir que catadores, prefeituras, microempreendedores, e outros agentes que trabalham com a venda de resíduos recicláveis emitam créditos de reciclagem a partir das notas fiscais dessas vendas. Em um segundo momento, os agentes vão poder vender esses créditos para empresas produtoras de resíduos, que precisam comprovar que estão atingindo as metas de logística reversa. O presidente Jair Bolsonaro comentou e deu um balanço sobre o processo de reciclagem no Brasil, que já tem mais de 1.400 pontos no pais.

Durante a cerimônia, também foi assinado o decreto que institui o Planares, Plano Nacional de Resíduos Sólidos. Esse plano apresenta caminhos e diretrizes para que o Brasil alcance as metas definidas da Política Nacional de Resíduos Sólidos. A principal meta para os próximos 20 anos é reciclar metade do lixo produzido no país. Atualmente, apenas 2,2% dos resíduos sólidos urbanos são reciclados.

Edição: Raquel Mariano / Beatriz Arcoverde

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.