Rádio MEC pode se tornar Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial

Rádio MEC nos estúdios da Empresa Brasil de Comunicação - EBC, no Rio de Janeiro

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou projeto de lei que transforma a Rádio MEC em Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do estado. Agora, a proposta segue para apreciação do governo estadual, que poderá sancionar ou não.

Um dos autores do projeto, o deputado Waldeck Carneiro, ressalta o caráter histórico e cultural da emissora.

Primeira rádio do Brasil, no ar desde 1923, a MEC começou como Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, criada pelo antropólogo Edgard Roquette-Pinto, pai da radiodifusão no país. Doada em 1936 ao Ministério da Educação, a emissora é gerida desde 2007 pela EBC, Empresa Brasil de Comunicação.

A programação é totalmente voltada para a difusão da cultura brasileira, e contempla toda a diversidade da nossa música. A grade da MEC também destaca programas dedicados à literatura, cinema, dramaturgia e às artes.

Proposta semelhante à que foi aprovada pela Alerj, nessa terça-feira (5), também tramita na casa legislativa e prevê transformar em Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do estado outra importante emissora da EBC: a Rádio Nacional, cuja história se confunde com a do rádio no país. Neste caso, o projeto ainda aguarda votação em plenário.

Edição: Vitória Elizabeth/ Renata Batista

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.