Principais reservatórios do país têm melhora no cenário hídrico

Com o aumento do volume de chuvas nas últimas semanas, a previsão para as afluências, ou seja, a quantidade de chuvas que chegam aos reservatórios, permanecerá acima da média história nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste/Centro-Oeste nesta semana, segundo o ONS, Operador Nacional do Sistema Elétrico.

Já no subsistema Sul, que ainda sofre com os efeitos do La Niña e da sazonalidade, com temperatura elevada, a previsão é de que a afluência deve chegar a 25% da média para o período.

Segundo o último boletim com dados sobre o Programa Mensal de Operação da ONS, a quantidade de energia armazenada nos reservatórios do subsistema Sudeste/Centro-Oeste deve atingir 41,4% de suas capacidades no fim de janeiro; no Norte, 54,7%; e no Nordeste, 75,5%. A expectativa de volume para o subsistema Sul é de 35,4% para o primeiro mês do ano.

Segundo comunicado da ONS, mesmo com a melhora dos níveis dos reservatórios, a situação hídrica ainda é sensível, e que é preciso aguardar o fim da estação chuvosa, que termina entre março e abril, para avaliar os reflexos na recuperação de água estocada e adequar a operação do setor elétrico brasileiro.

Quanto aos cenários de carga de energia no Sistema Interligado Nacional, o ONS sinaliza uma redução de 1,6% na demanda na comparação com janeiro do ano passado, e um volume de 71.165 megawatts médios. 

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.