Planos de saúde lideram ranking de queixas do Idec

Os planos de saúde estão no topo das reclamações dos consumidores no ranking do Idec- Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor.  O balanço de atendimentos e queixas é realizado pelo instituto todo ano. 

Depois dos Planos de Saúde aparecem os serviços financeiros, empréstimos consignados, e os relacionados a cartões de crédito.

O assessor jurídico da área de relacionamento do Idec, David Guedes, explica que em 2020 os serviços bancários ocuparam o primeiro lugar, mas no ano passado houve aumento expressivo de busca relacionado ao plano de saúde.

Foi o que aconteceu na família do economista Heris Coutinho, apesar de estar com plano de saúde em vigor, não conseguiu marcar uma cirurgia para o pai.

A última pesquisa do Idec sobre o perfil do consumidor mostrou que apesar de que 94% dos brasileiros declarem algum conhecimento em direito do consumidor, 58% não recorrem ao Código de Defesa do Consumidor e não buscam seus direitos.

O levantamento mostrou que 67% já sentiram seus direitos desrespeitados quando tiveram dificuldade para cancelar serviço, cobrança indevida ou compra de um produto com defeito.

Nestes casos, David Guedes explica que o Procon atua como mediador entre o consumidor e a empresa, a fim de negociar uma solução extra judicial. Já o Idec, que tem abrangência Nacional, é mais um órgão que age para conscientizar os consumidores. 

Neste 15 de março é o Dia Mundial do Consumidor, para celebrar a data o Idec preparou uma série de dicas relacionadas as principais queixas dos consumidores. São informações sobre compras online, contratação de serviços – como planos de saúde – e o mercado financeiro.

Também é possível achar informações sobre como se proteger contra problemas nas contas de luz e água, na qualidade da alimentação, ou na proteção de dados e no transporte público.

Para acessar é só visitar o site Idec.org,br.

Edição: Roberto Piza/ Marizete Cardoso

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.