Funcionários do Banco Central decidem voltar ao trabalho

Em greve desde o dia 1º, os funcionários do Banco Central aprovaram nesta terça-feira a suspensão do movimento. Mas os servidores vão continuar em regime de operação-padrão e manterão as paralisações diárias, das 14h às 18h.

A suspensão da greve foi aprovada em assembleia pela categoria. Segundo o Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central, os servidores vão aguardar duas semanas para que o governo ofereça uma alternativa ao reajuste linear de 5% para todos os servidores públicos. Caso isso não ocorra, a greve pode ser retomada a partir de 3 de maio.

Com a suspensão da greve, as atividades rotineiras do Banco Central, como a divulgação de estatísticas e de relatórios, serão normalizadas gradualmente. No entanto, os projetos da Agenda BC#, que prevê a modernização do sistema financeiro, continuam parados até que a pauta de reivindicações dos servidores seja atendida.

A assessoria de imprensa do Banco Central informou que não vai comentar sobre a suspensão da greve.. Desde o início da greve, a apresentação de documentos rotineiros foi paralisada.

*Com informações da Agência Brasil

Edição: Agência Brasil

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.