Bancos e financeiras são os campeões de reclamações no Brasil

Foram registradas mais de 3 milhões de reclamações de consumidores brasileiros no ano passado. O campeão de queixas é o setor financeiro. Uma em cada três reclamações feitas nos canais de atendimento aos consumidores são contra bancos, financeiras ou administradoras de cartão. Em segundo lugar estão as operadoras de telecomunicações. Essas empresas concentram UMA em cada 5 reclamações feitas pelo portal Consumidor.gov.br ou nos Procons espalhados pelo país.

Em seguida, mas com número de reclamações bem abaixo das teles e dos bancos, estão as empresas de comércio eletrônico e do transporte aéreo, cada segmento desse concentra 7% do total das reclamações. 

O levantamento foi realizado pela Secretaria Nacional do Consumidor, ligado ao Ministério da Justiça, e divulgado nesta terça-feira, dia internacional do consumidor. Segundo o relatório, aumentou em 20% o total de atendimentos realizados pelo portal Consumidor.gov.br em 2021. E de cada 10 reclamações, oito foram resolvidas pelas empresas em um prazo médio de 7 dias.

A analista de sistemas Gleisi Kelen Dos Santos tentou trocar um produto que tinha comprado, mas não conseguiu, e precisou ir ao Procon.

Alguns segmentos do mercado apresentaram um crescimento de críticas acima da média em 2021. As queixas contra seguros, capitalização e previdência cresceram mais de 200% em relação a 2020. Já as reclamações contra empresas de pagamento eletrônico aumentaram 60% e as contra planos de saúde e empresas de transporte aéreo subiram mais de 50% entre 2020 e 2021.

Além disso, as multas por descumprir o código de defesa do consumidor no ano passado chegaram a 37 milhões de reais, 90% a mais que o valor arrecadado em 2020.

Edição: Nádia Faggiani / Guilherme Strozi

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.