AL deve descumprir 68% das metas de sustentabilidade até 2030

Obras da Favela Galeria, uma galeria a céu aberto em São Mateus, zona leste da capital.

Com a participação de representantes de 33 países da América Latina e Caribe começou nesta segunda-feira (07) em San José na Costa Rica, o Fórum de Desenvolvimento Sustentável.

Na abertura do evento, a Secretária Executiva da CEPAL – Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, Alicia Bárcena apresentou o documento “Uma década de ação para uma mudança de era”, no qual alerta que 68% das metas de desenvolvimento sustentável podem não ser cumpridas até 2030. Entre esses desafios estão acabar com todas as formas de pobreza, a fome e também promover uma agricultura sustentável.

O documento que analisa os avanços e os desafios regionais da Agenda 2030 na região aponta que apenas 1/3 das 111 metas estão em ritmo adequados na América Latina e no Caribe.

Outro tema tratado no Fórum foi a dificuldade de acesso às vacinas. Para Alicia a América Latina e o Caribe foram afetados pelo protecionismo comercial de medicamentos, equipamentos e vacinas.

A secretária destacou que a média regional de vacinação total é alta e atinge 62,6% da população, mas o Caribe – com exceção de Cuba e República Dominicana – só conseguiu cobrir 14,7% de sua população com um calendário completo de vacinação.

O Fórum ocorre até quarta-feira (09), com a participação de representantes de governos, do Sistema das Nações Unidas, instituições organizações internacionais, o setor privado, a academia e a sociedade civil.

Nesta terça-feira, 8 de março, o encontro conta uma comemoração oficial do Dia Internacional da Mulher, no qual participarão ministras e altas autoridades dos mecanismos de promoção da mulher, além de representantes das Nações Unidas e da sociedade civil.

Edição: Sheily Noleto / Guilherme Strozi

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.